Tratamento familiar

Tratamento Familiar

Para a Clínica Reencontro, a atenção dispensada à família dos dependentes Químicos e Alcoólatras é tão primordial quanto o próprio tratamento desses, pois compreende que a convivência entre familiares e dependentes pode gerar significativos problemas de saúde para ambos.

botão fale conosco  botão Preciso de Ajuda  botão Nós Ligamos

 

É fato conhecido que a Dependência Química e o Alcoolismo causam um grande impacto e consequente sofrimento na vida dos familiares e pessoas mais próximas. Esses muitas vezes chegam a negar a existência de algum tipo de problema com seus familiares e/ou quaisquer pessoas que estejam próximas mesmo em face de muitas evidências, uma vez em que pensam estar ajudando. Diante desse contexto, a Clínica Reencontro busca ajudar os familiares de modo que possam contribuir efetivamente no tratamento dos seus residentes.

O que é Codependência?

A Codependência é um termo da área de saúde muito utilizado para referir-se às pessoas vinculadas de algum modo a indivíduos que tenham algum tipo de dependência física e/ou psicológica de uma substância, como álcool ou drogas.

O codependente acredita que sua felicidade depende da pessoa a qual está tentando ajudar, ou seja, o indivíduo que está sob algum tipo de dependência, o que torna-o dependente desse indivíduo emocionalmente, sendo excessivamente permissivo com seus abusos.

Mesmo que esse invidíduo apresente características negativas -podendo ser controlador, perfeccionista e autoritário – é comum que o codependente coloque as necessidades do outro acima de suas próprias.

Tratamento

As famílias dos dependentes químicos e alcoólatras tem um papel fundamental no processo de recuperação dos mesmos. No início do tratamento, assim como o residente, elas se mostram extremamente desamparadas. Na Clínica Reencontro, o tratamento concedido às famílias de seus residentes transforma seu modo de pensar e agir, promovendo um maior apoio ao dependente.

Geralmente essas famílias passam por quatro fases: a negação, a tentativa de controle da doença, a desorganização familiar e a exaustão emocional. Dessa forma, o tratamento familiar trata as complicações que podem levar seus membros à busca de álcool ou drogas.

Na Clínica Reencontro oferecemos dois tipos de tratamentos para codependência: abordagem individual e grupos de ajuda mútua, pois compreendemos que trata-se de uma situação que envolve grande sofrimento e dificuldade para ser resolvida sem ajuda.

Padrões de codependência não resolvida podem levar a problemas mais graves como a auto medicação, transtornos alimentares e outros comportamentos prejudiciais a saúde.

As abordagens individuais ocorrem uma vez por mês com o terapeuta de referência na própria Clínica Reencontro e através dessa abordagem conseguimos identificar, sinalizar e ajudar os familiares a resolver esses padrões.

Já nos grupos terapêuticos são realizadas mensalmente terapias com grupos de familiares feitas de forma gratuita, objetivando informar, orientar e acompanhar a evolução da recuperação dos familiares dos residentes, momento esse dividido em duas partes. A primeira constitui-se de uma palestra com temas relacionados à recuperação, e na segunda parte fazemos um fluxo de ideias, espaço aberto à troca de experiência entre os familiares. Através desses grupos de ajuda mútua proporcionados pela Clínica Reencontro, temos ajudado muitas famílias a se reestruturarem e voltarem a encontrar seu verdadeiro significado na sociedade.

Desse modo, não somente os residentes, mas também seus familiares tem sua devida atenção e acolhimento no âmbito dos trabalhos realizados pela Clínica Reencontro.